Pesquisar neste blog

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Trecho de "Memórias..."

"O Natal se aproximava, e nestas alturas de dezembro a cidade era aos poucos abandonada por seus habitantes. Com o início das férias escolares e festas de fim de ano uma multidão se preparava para invadir o litoral.  Beto, um dos donos das madeireiras onde eu trabalhava, foi nesse embalo. Porém, antes de viajar, ele apareceu no meu quarto carregando uma tv e um aparelho de videocassete dizendo que eu poderia ficar com eles o tempo que quisesse.  Perto dali, na Avenida Assis Brasil, ao lado da lancheria Tarekos, a vídeo-locadora Broadway fecharia suas portas por trinta dias e lançou uma promoção do tipo “leve-quantos-filmes-quiser-e-pague apenas-uma-diária”. Durante aquele período eu vi todos os filmes assistíveis que a Broadway tinha para oferecer.

O Natal também levou Andrea. Justamente quando eu imaginava que aquela relação, afinal, poderia ter algum futuro. Suas frequentes visitas me alegravam, e seus beijos geralmente vinham acompanhados de uma salada de frutas, um sorvete ou outro mimo qualquer. Então, um dia, ela disse que iria passar as festas natalinas na casa de praia com a família, mas que no começo de janeiro voltaria para me ver. Realmente nos reencontramos, dez anos depois, em um almoço no centro de Porto Alegre. Demos boas risadas - eu, ela e a Tati - relembrando do passado. Foi a última vez que a vi."

(trecho de Memórias de Corredor - em construção)

Nenhum comentário:

Postar um comentário